Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
domingo, 20-08-2017
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPromoçãodaLeitura

Promoção da Leitura

Promoção da Leitura

Com o objetivo de criar e consolidar os hábitos de leitura e elevar os índices de literacia dos portugueses, o Programa de Promoção da Leitura promove, desde 1997, centenas de projectos e milhares de ações de difusão do livro e promoção da leitura, em parceria com diversas entidades públicas e privadas.

Também campanhas como o Dia Mundial do Livro pretendem chamar a atenção para a importância do Livro como bem cultural, fundamental para o desenvolvimento da literacia e consequente crescimento económico. De igual forma, a leitura contribui para minorar a exclusão e promover a auto-estima, bem como a capacidade de integração social.

O primeiro valor da leitura é o prazer que proporciona a quem a realiza. Só este objectivo bastaria para justificar plenamente a promoção de hábitos de leitura. Aqui o livro apresenta-se como um instrumento insubstituível para a formação do leitor, ao mesmo tempo que aumenta o seu gosto estético e desenvolve a sua capacidade literácita. O hábito de ler, na criança, estimula a imaginação, fomenta e educa a sensibilidade, cultiva a inteligência e dá-lhe instrumentos essenciais para toda a vida. Está provado que as crianças que crescem num ambiente que favoreça o acesso aos livros têm mais possibilidades de se tornarem leitores para toda a vida. Mas os livros, por si só, podem não ser suficientes. Não basta saber que eles estão ali: é preciso encontrar a porta que lhes permita entrar no seu interior. Para isso temos a ajuda dos mediadores: educadores de infância, professores, mas também bibliotecários, animadores sócio-culturais, formadores, promotores da leitura.

O programa de Acções de Promoção da Leitura/ Itinerâncias, uma série de projectos de promoção da leitura apresentados à DGLAB ou encomendados a especialistas em leitura, atualmente suspenso por razões orçamentais, foi realizado, ao longo dos anos, em parceria com as Bibliotecas Municipais.

Já o programa Leitura sem Fronteiras resulta de uma parceria entre a DGLAB e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, pretendendo alargar a leitura a espaços não convencionais. No âmbito deste acordo, estabelecido em 1998, são desenvolvidas várias iniciativas: oferta de livros para as bibliotecas dos Estabelecimentos Prisionais; ações de sensibilização ao livro e à leitura; ações continuadas de contato com textos e com os seus autores; concursos de leitura e escrita. 

 

Este programa integra ainda:

 

  • a comemoração dos Dias Mundiais ligados ao Livro (Dia Mundial da Poesia, Dia Internacional do Livro Infantil e Dia Mundial do Livro);
  • articulação com o Plano Nacional de Leitura em diversos projetos;apoio a bibliotecas municipais na construção de redes de leitura interconcelhias;
  • apoio a instituições que promovem o livro e a leitura; 
  • produção de materiais, como exposições, cartazes e postais; 
  • protocolos com universidades portuguesas na área da promoção da leitura; a
  • articulação com outros organismos dos países ibero-americanos no âmbito da promoção da leitura. 

 

 

A DGLAB pretende divulgar a actividade de agentes de promoção da leitura que, não tendo integrado o Programa de Itinerâncias da então DGLB, possam interessar às Bibliotecas Públicas, Escolas, etc. Deste modo, espera-se facilitar o contacto com estes agentes, permitindo aos bibliotecários e às escolas a encomenda directa das acções de formação, espectáculos e ateliers.   

Novos projectos de promoção da leitura para disponibilização podem ser enviados para Direção de Serviços do Livro