Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
domingo, 05-07-2020
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPesquisaAutores1

Biografia

Biografia
                  

Fernando António Almeida  
[Condeixa-a-Nova, 1939]  

Escritor e jornalista. Frequentou o curso de História da Faculdade de Letras de Coimbra, enquanto se dispersava por actividades académico-culturais, colaborando, em especial, na Vértice, de que foi secretário de redacção. Incorporado no Exército (1966), deserta, vivendo o exílio, até 1976, sucessivamente em França, Itália, Bélgica (onde termina a licenciatura em História Moderna, na Universidade de Liège) e Argélia. Após múltiplos e díspares ofícios, termina assistente na Universidade de Argel. Presente, nos idos de sessenta, em Cadernos Alfa 2, Hiroxima: Antologia de Poemas, Diário de Lisboa e em jornais estudantis, passa, na volta do exílio, a assistente editorial e jornalista no Portugal Hoje (1979-82), logo no JL: Jornal de Letras, Artes e Ideias, entre outros, e, por último, no Expresso, o que lhe tem permitido varios périplos país fora, de que resultou um volume sobre a Beira Alta (1989). Prefaciador e curador de textos oitocentistas, concluiu, em 1989, o mestrado em Cultura e Literatura Portuguesas Contemporâneas no Departamento de Estudos Portugueses da Faculdade de Ciências e Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com a tese «O Operário no Imaginário Oitocentista: O Caso do Teatro da Actualidade (1845-1870)». Assinou os folhetos de 1978 abaixo indicados como Fernando António e inventou-se «tradutor» (em Esmirna...) de Paul Van Leijakx, «escritor belga de expressão neerlandesa».
in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. VI, Lisboa, 1999