Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
sexta-feira, 12-08-2022
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPesquisaAutores1

Biografia

Biografia
                  

Eduardo Freitas da Costa  
[Lisboa, 1915 - Madrid, 1980]  

Jornalista e ensaísta. Grande defensor da causa nacionalista, adepto incondicional do Estado Novo e admirador de Salazar, dedicou-se, nesse contexto, a uma actividade ensaística por vezes polémica, mas não despicienda de interesse. Foi chefe da redacção do jornal de extrema direita A Vitória e do Diário da Manhã, órgão da União Nacional. Ocupou o lugar de adido de imprensa na Embaixada de Portugal junto do Governo de Franco e dirigiu, na Presidência do Conselho salazarista, um Gabinete de Estudos de Informação. Foi também administrador da Rádio Televisão Portuguesa. Com o "25 de Abril", exilou-se em Espanha, em cuja capital viria a falecer. Numa perspectiva nacionalista, ocupou-se da vida e da obra de Fernando Pessoa, tendo, nomeadamente, publicado um livro polémico - Fernando Pessoa: Notas a Uma Biografia Romanceada (1951) -, onde faz algumas rectificações de ordem biográfica à Vida e Obra de Fernando Pessoa, de João Gaspar Simões. Já no exílio de Madrid, foi ali responsável, com José António Llardent e Joaquim Puig, por um número duplo monográfico da revista Poesia (Nos. 7/8, Primavera de 1980), dedicado a Fernando Pessoa.
in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. IV, Lisboa, 1997