Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
sexta-feira, 19-04-2019
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPesquisaAutores1

Biografia

Biografia
                  

Orlando da Costa  
[Lourenço Marques (hoje Maputo), 1929 - Lisboa, 2006]  

Orlando da Costa
Poeta, ficcionista e dramaturgo. Nascido em Moçambique, passou a infância e a adolescência em Goa, vindo para Portugal em 1947. Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Faculdade de Letras de Lisboa. Técnico de Publicidade.

Embora a sua obra poética e a sua produção teatral lhe confiram um lugar de relevo entre os escritores incluídos no que se convencionou um tanto ambiguamente designar, em certo momento histórico, por «segundo neo-realismo», foi como ficcionista que o seu nome se alcandorou ao firmamento literário e logo com um romance de qualidade ímpar: O Signo da Ira. A acção do romance decorre em Goa, então portuguesa, numa atmosfera de intenso lirismo não prejudicada pela clara intenção de fazer «literatura social», pois que a sinceridade da experiência vivida se declara cumulativamente com a sede de justiça de um modo tão espontâneo e autêntico, que a obra resistiu, mantém frescura e pode ser lida hoje com o mesmo enlevo e prazer de outrora.

Podem Chamar-me Eurídice... apresenta-se como um romance cujas linguagem e temática não devem ser desligadas da circunstância que as incubou: as perseguições político-domiciliárias da polícia salazarista, a clandestinidade, o cinzentismo da Lisboa dos anos sessenta – o amor, apesar de tudo.
in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. V, Lisboa, 1998