Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
quinta-feira, 01-12-2022
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPesquisaAutores1

Biografia

Biografia
                  

António dos Santos Rocha  
[Figueira da Foz, 1853 - Figueira da Foz, 1910]  

Advogado, político, historiador e arqueólogo.

Fez em Coimbra estudos secundários e superiores: forma-se em Direito em 1875. Cedo regressa à Figueira da Foz (1876) e começa a exercer. Ganha fama pelos estudos jurídicos a que se dá – caso mais importante, a publicação Direito Fiscal / A Décima de Juros segundo o Direito Vigente (1883) –, mas é sobretudo famoso pelo cuidado posto na preparação das causas em que intervém e sobre as quais publica alguma obras.

Homem público de reconhecidos méritos, é provedor da Misericórdia (1876-1881) e secretário e depois presidente da Associação Comercial (1889-1891). Regenerador, pela primeira vez vereador municipal em 1877 e duas vezes presidente da Câmara (1878-1880 e 1902-1904), em prol da administração concelhia redige trabalhos de merecimento, como o Código das Posturas Municipais do Concelho da Figueira da Foz, 1877.

Entretanto, espírito atento e arguto, minucioso e persistente, foi investigador nos campos da história, tendo na arqueologia alcançado nome internacional. Colaborador, também por vezes administrador, redactor principal ou até director do periódico regenerador Correspondência da Figueira (1876-1894), através dele começa transmitindo os frutos da sua investigação. Colaborou nas seguintes publicações especializadas: Revista de Ciências Naturais e Sociais (Porto), O Arqueólogo Português (Lisboa) e Portugália (Porto).

Em 1892 propõe à Câmara a fundação de um museu, como fruto da sua colaboração com Nery Delgado e Adolfo Loureiro. Em 1894 abre o Museu Municipal da Figueira. Santos Rocha promove em seguida a constituição da Sociedade Arqueológica da Figueira (1898), que edita um Boletim.

Deixou publicada uma monumental obra histórico-arqueológica de que devem registar-se os títulos seguintes: Antiguidades Pré-Históricas do Concelho da Figueira, 1888-1900; Materiais para a História do Concelho da Figueira nos Séculos XVII e XVIII, 1893; Paleoetnologia e Arqueologia Histórica / Memórias sobre a Antiguidade, 1897; Estatutos da Sociedade Arqueológica da Figueira da Foz, 1898. Escreveu também Cartas da Andaluzia, 1886.
in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. II, Lisboa, 1990