Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
quarta-feira, 20-03-2019
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPesquisaAutores1

Biografia

Biografia
                  

Mónica Baldaque  
[Peso da Régua, 1946]  

Laura Mónica Bessa-Luís Baldaque Lobo nasceu a 13 de Maio de 1946 em Godim, Peso da Régua. Conclui o Curso de Pintura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, em 1970. Começa por se dedicar ao restauro de pintura e depois envereda pela carreira de Conservador de Museus. Nesse âmbito desempenhou as funções de Conservadora de Museus Municipais do Porto, na Direcção do Museu Nacional de Literatura (estrutura que não chegou institucionalizar-se) e na Direcção do Museu Nacional de Soares dos Reis.

Enquanto pintora, realizou exposições individuais, quase todas no Porto: 1989, "Galeria da Praça", com o tema "Memória do Tempo que passa"; 1991, Galeria "Café des Arts", com as ilustrações para o livro Vento, areia e amoras bravas (da escritora Agustina Bessa-Luís, mãe de Mónica Baldaque), e outra, no mesmo espaço, sob o tema "O sono"; 1997, Galeria "Degrau", sob o tema "Naturezas Mortas", entre outras.

Ilustrou o livro de Maria Rosas da Silva, Poemas sem importância, em 1992, concebeu a capa de outro (um trabalho de tese, de Laura Bulger, sobre o romance A Sibila de Agustina Bessa-Luís) e considera a sua obra ilustrativa, na medida em que há sempre o suporte de um texto memorialista, ou uma chamada ao imaginário dos clássicos contos infantis, em especial nos livros para crianças que ilustrou, alguns de sua inteira autoria. Utiliza sempre as tintas acrílicas ou o pastel. O dourado surge frequentemente como base para os trabalhos e a cor é profundamente trabalhada, massacrada, com sobreposição de camadas leves.

A partir de 2000, publica também as suas próprias narrativas em livro, ilustrando-as.


Bibliografia selectiva: Agustina Bessa-Luís, Vento, areia e amoras bravas (1990), Lisboa: Guimarães; Mónica Baldaque, Do outro lado do quadro (2000), Porto: ASA; Mónica Baldaque, A folha do limoeiro: memórias (2001), Porto: ASA; O olhar do lobo (2003), Porto: Campo das Letras.
[Maria da Natividade Pires]
10/2011