Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
domingo, 25-02-2024
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksExpoPremioCamoes

Exposição sobre o Prémio Camões

Exposição sobre o Prémio Camões
Data :
13/07/2022

Uma exposição dedicada aos vencedores do Prémio Camões foi preparada para a Bienal Internacional do Livro de São Paulo.


O Prémio Camões, instituído por Portugal e pelo Brasil em 1989, é o maior prémio de prestígio da língua portuguesa. Com a sua atribuição, é prestada anualmente uma homenagem à literatura em português, recaindo a escolha num escritor cuja obra contribua para a projeção e reconhecimento da língua portuguesa. 

A exposição sobre os vencedores das 34 edições é disponibilizada em formato digital. Organizada pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, consta de um conjunto de cartazes, dedicados a cada um dos vencedores.

O design gráfico é de Luís Mendonça, doutorado em ilustração e professor na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, e conhecido como ilustrador enquanto Gémeo Luís. O que se pretende com a exposição, a que Luís Mendonça deu um tratamento gráfico apelativo que permite uniformizar a diversidades das imagens, é chamar a atenção para o Prémio Camões junto de um público pouco familiarizado com este Prémio. Com textos biobibliográficos curtos e destaque para algumas obras mais emblemáticas, que acompanham cada fotografia tratada plasticamente, a exposição poderá chegar ao grande público, incluindo os jovens. 

O Prémio Camões foi já atribuído, por ordem cronológica, a Miguel Torga (Portugal), João Cabral de Mello Neto (Brasil), José Craveirinha (Moçambique), Vergílio Ferreira (Portugal), Rachel de Queiroz (Brasil), Jorge Amado (Brasil), José Saramago (Portugal), Eduardo Lourenço (Portugal), Pepetela (Angola), António Cândido (Brasil), Sophia de Mello Breyner Andresen (Portugal), Autran Dourado (Brasil), Eugénio de Andrade (Portugal), Maria Velho da Costa (Portugal), Rubem Fonseca (Brasil), Agustina Bessa-Luís (Portugal), Lygia Fagundes Telles (Brasil), Luandino Vieira (Angola), António Lobo Antunes (Portugal), João Ubaldo Ribeiro (Brasil), Arménio Vieira (Cabo Verde), Ferreira Gullar (Brasil), Manuel António Pina (Portugal), Dalton Trevisan (Brasil), Mia Couto (Moçambique), Alberto da Costa e Silva (Brasil), Hélia Correia (Portugal), Radouan Nassar (Brasil), Manuel Alegre (Portugal), Germano Almeida (Cabo Verde), Chico Buarque (Brasil), Vítor Aguiar e Silva (Portugal), Paulina Chiziane (Moçambique) e Silviano Santiago (Brasil).

Consulte aqui a exposição ou descarregue-a através deste QR Code:



Os cartazes também poderão ser impressos, devendo para tal solicitar os ficheiros em alta resolução através do endereço  dsl@dglab.gov.pt