Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
segunda-feira, 28-09-2020
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

OCEANOS – PRÉMIO DE LITERATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA

OCEANOS – PRÉMIO DE LITERATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA
Data :
02/03/2020

Prémio Oceanos recebeu 1872 obras candidatas em 2020 , mais 400 do que no ano anterior.



Concorrem à edição 2020 do Oceanos 1.872 obras, publicadas em dez países: Angola, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Letônia, Moçambique e Portugal, além da região administrativa chinesa Macau. O número de editoras inscritas totaliza 450, o maior entre todas as edições do prêmio. Neste ano, as edições do próprio autor somam 162 livros, representando 8,6% do total das inscrições.

Com 400 livros a mais do que na edição anterior, o Oceanos 2020 recebeu inscrições de escritores de 11 nacionalidades – Angola (com 11 livros), Argentina (2), Áustria (1), Benin (1), Brasil (1.574), Cabo Verde (7), Espanha (4), Moçambique (10), Peru (1), Portugal (156) e Uruguai (2) –, além de 2 luso-angolanos e 2 luso-brasileiros – todos escrevendo e publicando originalmente em língua portuguesa, principal critério do prémio.

Entre as categorias avaliadas pelo Oceanos, poesia – com 849 livros – corresponde a 45,4% das inscrições; os romances somam 588 obras e representam 31,4% do total; os livros de contos – 289 inscrições – perfazem 15,4%, seguidos por 109 volumes de crônicas – 5,8% – e 37 obras de dramaturgia – 2%. Todos os livros concorrem entre si, uma vez que o Oceanos elege as três melhores obras publicadas no ano anterior ao da premiação sem distinção de género literário. 

Apenas três livros foram editados em mais de um país: o livro de crónicas "O Universo num Grão de Areia", do moçambicano Mia Couto, publicado em Moçambique pela Fundação Fernando Leite Couto e em Portugal pela Caminho; o romance "Torto Arado", do brasileiro Itamar Vieira Júnior, publicado em Portugal pela Leya e no Brasil pela Todavia; e o livro de poemas "Um Objeto Cortante", da brasileira Alexandra Maia, publicado em Portugal pela Gato Bravo e no Brasil pela Numa Editora. 

O valor total do prémio desta edição soma 250 mil reais: o livro vencedor receberá 120 mil; o segundo colocado, 80 mil; e o terceiro, 50 mil.

A DGLAB é parceira do Prémio Ocenos.


oceano2.jpg