Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
sexta-feira, 15-01-2021
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksEDUARDO_LOURENCO_(1923-2020)

EDUARDO LOURENÇO (1923-2020)

EDUARDO LOURENÇO (1923-2020)
Data :
01/12/2020

Professor, ensaísta e filósofo, morreu em Lisboa, aos 97 anos.


Professor de Cultura Portuguesa em várias universidades estrangeiras, autor de numerosas obras de relevância internacional, traduzido em inúmeros países, Eduardo Lourenço é, sem dúvida, uma das mais características personalidades da cultura portuguesa.

O Labirinto da Saudade: Psicanálise Mítica do Destino Português, Nós e a Europa ou as Duas Razões, Pessoa Revisitado e Fernando Rei da Nossa Baviera são exemplos de obras onde a sua inteligência e agudeza de espírito se encontram lado a lado com uma paixão por tudo aquilo que é português no seu sentido mais amplo.

A sua noção de liberdade, a ironia com que abordou os assuntos mais sérios, a lucidez patente no que escreveu e disse ao longo da vida, fazem de Eduardo Lourenço uma das maiores autoridades intelectuais no Portugal contemporâneo.

A atribuição da Ordem de Santiago de Espada em 1981, do Prémio Europeu de Ensaio Charles Veillon em 1988, do Prémio Camões em 1996, do Prémio Pessoa em 2011 ou do Prémio Vasco Graça Moura - Cidadania Cultural em 2016, entre muitos outros, faz jus a um percurso brilhante, projetado internacionalmente como um dos maiores intérpretes das grandes questões da cultura portuguesa e universal.